sexta-feira, 23 de março de 2007

Metano em eletricidade

Sanepar vai transformar gás do esgoto em energia elétrica
Fonte: Governo do Paraná.

Nota do editor deste blog: Aqui a Sanepar confessa que é produtora de um dos gases que aceleram a destruição da Camada de Ozono!!!!!!!!!!!!!!

O gás metano, subproduto do tratamento de esgoto, será utilizado na produção de energia elétrica. O anúncio do aproveitamento energético foi feito pelo presidente da Sanepar, Stênio Jacob, nesta quinta-feira (22), em Foz do Iguaçu, durante o SOS H²O, evento que integra as comemorações do Dia Mundial da Água e que tem por objetivo discutir medidas para melhorar o aproveitamento da água e firmar um pacto nacional pela conservação das águas no Brasil.

O programa de geração de energia distribuída é fruto da parceria entre a Sanepar, Itaipu Binacional e PTI (Parque Tecnológico de Itaipu) e prevê a implantação de um protótipo de geração de energia elétrica em uma das Estações de Tratamento de Esgoto de Foz do Iguaçu. Quando o programa estiver funcionando, a energia elétrica produzida poderá ser utilizada para abastecer um carro elétrico, outro projeto desenvolvido pelo PTI. Também fazem parte do programa, a Copel, Lactec e Indústrias Lar.

Atualmente, para evitar a emissão deste gás na atmosfera e reduzir o impacto ambiental, a Sanepar queima o gás.

Para Stênio Jacob, este programa demonstra a preocupação constante da empresa com as questões ambientais e preservação dos recursos hídricos. “Com o aquecimento global e a preocupação com a escassez da água, a Sanepar busca, permanentemente, novas tecnologias para o uso sustentável dos recursos hídricos”, destaca.

Evento – Stênio também destacou a importância do SOS H²O. “Este encontro tem uma grande importância para o Paraná, cujo governo tem atuação muito forte nas questões ambientais”, afirmou.

Segundo José Tubino, representante da FAO (Agência da ONU para a Agricultura e Alimentação), o Brasil conseguiu um aumento considerável nos indicadores de abastecimento com água potável e acesso ao sistema de esgoto. Atualmente no País, cerca de 150 milhões de pessoas têm acesso à água potável e 50 milhões ao sistema de esgoto.

O Paraná é um dos estados que contribuíram para alcançar este índice. Somente a Sanepar atende com água tratada, aproximadamente, 8,3 milhões de pessoas, que vivem nos 344 municípios operados pela empresa. Na área de sua atuação, a companhia presta os serviços de coleta e de tratamento de esgoto para 4,1 milhões de pessoas, o que equivale a 48,7% da população urbana.

Para alcançar estes índices, a Sanepar investiu pesado, nos últimos quatro anos, na expansão do atendimento com água tratada e coleta e tratamento de esgoto doméstico em todos os municípios do Paraná onde atua."Foram mais de R$ 1,6 bilhão de recursos", ressalta Stênio. Para este ano, a expectativa é que sejam investidos cerca de R$ 400 milhões para a ampliação dos serviços de distribuição de água e coleta de esgoto.

Além de Stênio, também participaram do evento pela Sanepar, o diretor Comercial Natálio Stica e a diretora de Meio Ambiente e Ação Social, Maria Arlete Rosa.

Nenhum comentário: