segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Mais sobre o a nova moeda americana



Os Estados Unidos da América do Norte possui um déficit comercial de 2,5 trilhões de dólares (USD) com a China e dez trilhões de USD de dívida nacional. Com o colapso da economia norte-americana, o dólar vai sumir e entrará em cena, no seu lugar, uma nova moeda, chamada Amero. Segundo Hal Turner [1], os EUA já enviaram 800 bilhões de Ameros para a China, especificamente para o China Development Bank. No vídeo [2], Hal mostra uma moeda metálica de 20 ameros, do estoque mandado para a China. Esta moeda, em particular, foi cunhada em 2007 na cidade de Denver-Colorado-USA (marca "D", na moeda).

O amero será colocado em circulação logo após a bancarrota dos EUA e será usado para integrar esse país na União Norte-Americana, constituída por EUA, Canadá e México.

Vejamos como se dará o colapso do USD, antes do verão - junho/julho/agosto - de 2009:

A uma certa altura, a quantidade de USD pertencentes ao governo dos EUA irá requerer o pagamento de um juro (ao FED!) - cobrado sobre todo esse dinheiro - que será impagável . Os juros incidem sobre os 10 trilhões de USD da dívida nacional, aumentada pelo recente auxílio financeiro de 850 bilhões de USD da crise atual. O que vai ocorrer é que o recolhimento de todas as taxas e impostos federais não serão suficientes para pagar apenas os juros da dívida nacional.

No dia em que isso ocorrer (primeiro semestre de 2009, no máximo), o secretário do Tesouro dos EUA irá declarar uma "medida forçada" de repúdio da dívida dos EUA (para com o FED). Em questão de dias, o USD não valerá mais nada, pois nenhum país do mundo irá querer receber USD. Com isso, as importações dos EUA irão secar rapidamente - incluindo alimentos e petróleo. Sem petróleo, os próprios alimentos nacionais não serão distribuídos à população. As cidades irão virar um caos. Bandos selvagens irão invadir os lares (após saquearem todos os supermercados) procurando por comida. Se você não se proteger (com revólveres e rifles/fuzis/espingardas), os vândalos irão levar sua comida. Chamar pela polícia será inútil. No final, as pessoas se matarão pela comida. A declaração de estado de sítio, com toque de recolher (lei marcial), será inevitável.

Uma vez acontecendo isso, o secretário do Tesouro dos EUA irá "desmonetizar" o dólar (USD), isto é, o USD não será mais dinheiro. Quem tiver bens lastreados em USD - poupanças, contas correntes, ações, fundos mútuos, etc - não mais terão dinheiro, e muitas pessoas ficarão imediatamente sem nada (pobreza absoluta). Os EUA apostam que haverá suficiente pânico na população para que o governo imponha que, para que as pessoas consigam de volta algum do dinheiro ganho anteriormente, os prejudicados aceitem a nova moeda Amero como dinheiro, na base de troca de cerca de 10 centavos de amero por cada USD.

"Temos, portanto, em execução a mais eleborada roubalheira da história do mundo" [2]. Hal sugere aos norte-americanos para transferirem seus USD para o exterior e convertê-los para outras moedas, como libras esterlinas, francos suiços, francos franceses, etc. evitando os Euros, que também não são lastreados em metais preciosos.

Nota: Este é um texto que recebi por e-mail
Ir para a postagem fim do dólar?
Ir para postagem "É sério Isso, quer dizer sobre o dólar?"

Um comentário:

Cleuzy disse...

Se vc nao tem como ajudar, por favor se manque e nao aumente a crise!