quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Golfo do Mexico - frutos do mar e petróleo: se misturam

O presidente Barack Obama vai servir frutos do mar do Golfo do México na festa do aniversário dele neste domingo. O presidente quer mostrar que o derrame de petróleo no Golfo bem como o dispersante usado na luta contra o derrame não afetaram a vida marinha. A ação dele é necessária também porque segundo a Universidade de Montana, o Golfo é responsável por 72% do camarão criado nos EUA, 66% da ostra e de 16% da frota de pesca profisional do país. O Golfo do México (Mapa) é aquele corpo de água arredondado que passa pela Costa da Flórida, Alabama e México entre outras áreas e, no que se refere à pesca é rico em camarões, lagostas, ostras, peixes e outras delícias.

Lembrança

Me lembrei de outra situação. Quando a epidemia do cólera desembargou na costa do Peru, a pesca peruana sofreu as consequências. Um dos pratos preferidos dos peruanos, o “ceviche” foi banido devido a contaminação dos peixes e frutos do mar. Basta lembrar que o ceviche não é cozido no fogo. Daí, o ministro da Pesca do peru, chamou a imprensa e comeu ceviche ao vivo para mostrar que não havia perigo. No outro dia, foi internado. Pegou cólera! O caso é parte da chamada Guerra del Ceviche / Guerra do ceviche / Ceviche War, caso você queira procurar no Google.

Nenhum comentário: