sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Os melhores dias de nossa vidas! Visão rosée do mundo

A década de 80 foi apelidada de década perdida. Já os anos 2000 estão sendo considerados como a “época em que a humanidade nunca viveu tão bem”. A afirmação vem de toda parte. É o mesmo que se escuta no Brasil em relação ao Governo Lula – nunca a população viveu também. Trinta milhões de brasileiros entraram na classe média. A mesma coisa se escuta na Colômbia de Uribe. Os números: Em 1990, 50% da população mundial vivia com menos de um dólar por dia. Hoje são 28%. A mortalidade infantil caiu 17% de 2000 a 2008. Hoje 4/5 da população mundial sabe ler. Em 1970 34% da humanidade era considerada mal nutrida, hoje é só 17%. Em média diz Charles Kenny, os salários mínimo no mundo subiram e estão na casa dos US$ 10.600 ao ano. Kenny é autor de um livro chamado Getting Better: Why Global Development Is Succeeding and How We Can Improve the World Even More (Melhorando: Por que o desenvolvimento global é bem sucedido e com podemos melhorar ainda mais). O artigo saiu na revista Foreign Policy e pode ser lido Aqui. A repercusão mundial aconteceu. Na Itália o La Reppublica reproduziu mas jogou um pouquinho de jiló na salada cor-de-rosa de Kenny e lembrou outros números. Você pode ler o texto de Mauricio - Aqui – em italiano que não deve ser difícil já que vivemos a época de “Passione”. Use e abuse dos tradutores on line!

Nenhum comentário: