segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Assinaturas contra a Usina Garabi: Brasil-Argentina

Nos últimos meses do mandato do presidente Lula, se não me engano, como parte do que se conseguiu com a Cúpula de Presidentes do Mercosul em San Juan (Argentina), Brasil e Argentina avançaram nas conversações para a construção de uma hidrelétrica no rio Uruguai, entre o Rio Grande do Sul e a província de Corrientes. A Usina se chamará Garabi e a imagem que postei aqui representa extamente um convite para mais uma campanha popular contra novas hidrelétricas - o texto da imagem diz "Não a Garabi". Em Misiones e Corrientes e outras províncias há grupos colhendo assinaturas para provocar uma discussão sobre fontes de energia realmente limpas. As presidentas Dilma Rousseff e Cristina Kirchner estão conversando para incrementar a "integração energética" entre os dois países. Vou deixar você respirar, amanhã, ou depois, volto com mais uma hidreletrica também ligada ao que chama de "integração energética". E não estou falando de Corpus entre Argentina e Paraguai com possível participação de dinheiro brasileiro.

Nenhum comentário: