sexta-feira, 18 de março de 2011

Protestos se espalham pelo mundo: alguma coisa está errada

Os protestos democráticos se espalham pelo mundo. Desta vez, não como o ocidente fica olhando de longe dizendo que isso é problema de países árabes atrasados. Esta nota tenta dar uma visão mais global da coisa. Vou começar com Scott Walker (foto), que assumiu o governo do estado americano de Wiscosin em fevereriro e um mês depois decretou uma diminuição nos impostos de grandes empresas ao passo que anunciou cortes em salários de professores, na educação e saúde para o orçamento de 2011 e 2012. O resultado: o pacato povo de Wisconsin foi às ruas em demonstrações que assustaram e agora, o exemplo de Wisconsin está contagiando a outros estados que se vêem no mesmo barco ocupados pelo povo da Tunísia, Egito e outros países. Na foto, cidadãos de Wisconsin protestam dentro do Capitólio - o símbolo do poder estadual. O governador é republicano e protestante. E no Brasil está tudo em paz? Há problemas nas usinas hidrelétricas que estão sendo construídas no rio Madeira. Estão paralizadas as Usinas de Jirau e Santo Antônio - esta segunda, por precaução. Os trabalhadores atearam fogo a ônibus e destruiram o acampamento da Usina Jirau (pela segunda vez, este ano) - uma das obras do PAC que visam colocar o Brasil pra frente. Valter Araújo, presidente da Assemblieia Legislativa de Rondônia disse que as usinas prejudicam e desrespeitam Rondônia e classifou-as como uma "baderna ambiental". Confira a nota no Tudo Rondônia . Confira também Nota Oficial da Força Sindical sobre a situação.

Nenhum comentário: