terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Fraldas descartáveis: práticas e pouco ecológicas - impactos e alternativas

A fabricação delas consume recursos como árvores, petróleo e água e, depois de usadas, demoram anos para se decompor. Você sabe como é esse processo?

As fraldas descartáveis surgiram apenas em meados da década de 40 do século XX, quando, ao final da Segunda Guerra Mundial, o algodão se tornara um produto escasso, levando uma empresa sueca de papel a criar fraldas ​​usando folhas de papel tissue colocadas dentro de uma película plástica. Na mesma década, uma moradora dos Estados Unidos utilizou restos de cortina de banheiro para criar uma capa protetora impermeável que, colocada dentro da fralda convencional de pano, impedia o vazamento do xixi da fralda do seu filho. Confira o artigo completo.

Nenhum comentário: