sábado, 15 de outubro de 2016

Niágara - bem-vinda toda a poluição. Respirar ar pesado é chique



Espírito do tempo


A 2ª Guerra Mundial havia acabado há quatro anos. A poluição e o ar pesado eram vistos como uma maravilhoso sinal de progresso. O Texto abaixo foi tirado da edição de junho de 1949 da Revista Seleções do Reader's Digest (página 75).  É sobre a cidade de Niagara Falls e as Cataratas do Niágara como chamariz da indústria e, por outro lado, como uma paisagem preferida dos casais em lua de mel.       

 
Distrito Industrial da cidade de Niagara (1900) Wikipedia

Sobre Niagara Falls City*


A quedas do Niagara – e as famosas cataratas que alimentadas por quatro dos grandes lagos, se despenham na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá – e são de há muito a estância de turismo favorita dos americanos recém-casados. No entanto, uma  boa porcentagem dos habitantes da cidade de Niagara Falls se sentem ofendidos quando ouvem chamar sua terra de “Capital da Lua de Mel”  ...  Mas é claro que não protestam contra os muitos  milhões de dólares que os jovens casais ali deixam anualmente.  Preferem, porém, chamar a atenção do público para as indústrias tão prósperas que as cataratas atraíram ao lugar, com a sua produção de energia elétrica barata, e querem que a cidade seja antes conhecida no mundo pelo título semi-oficial de cidade da energia. Os moradores de mentalidade industrial as aspiram com delícia a neblina saturada de emanações químicas, que paira sobre a cidade quando o ar está pesado. ...   


* Hoje City of Niagara Falls - a cidade do prefeito Paul Dyster. População 50 mil (2010). Esta postagem também foi publicada no Blog de Foz

A China pode se industrializar mais vai demorar


O Espírito da Época

A Segunda Guerra Mundial havia acabado um ano antes com a explosão atômica de Hiroshima e Nagasaki. Os Estados Unidos se encontravam na cabeceira de um processo de manter a paz e civilizar o mundo. O país saiu da Guerra como a autoridade em todas as área da indústria.  O texto abaixo foi publicado na revista Seleções do Reader's Digest de  Abril de Março de 1946, pagina 31. A intenção é somente registrar o momento e como as análises mudam com o tempo. A publicação esclarecer e lembrar, sem julgamento que a única coisa permanente é a mudança. A interpretação é sua.


 
Foto Wikipedia


Será lenta a industrialização da China

À primeira vista ...  A China não é um país de grandes cidades; ao contrário, compõem-se de aldeias e pequenas granjas onde vivem uns 85 porcento da sua população, cujo feitio é de todo patriarcal. A voz do chefe da família é lei. A criança é ensinada a respeitar e obedecer os mais velhos, uma aldeia vem a ser, com efeito, uma só família. Quase todas as disputas e pendências na China são resolvidas  por meio de julgamentos improvisados, em que o povo faz a as vezes de jurado. ... O chinês não tem o instinto de cooperação, elemento essencial na indústria moderna, e muito menos um conceito de lealdade para com essa coisa abstrata que é uma companhia e que de si tanto depende da cooperação. 
... Vejamos um caso. Um grupo de operários é chamado para levantar uma locomotiva descarrilada. Seria de esperar, segundo os padrões ocidentais, que eles se colocassem nos lugares indicados pelo capataz e, ao dar voz de comando, começassem o trabalho de suspender a máquina. Não é isso porém que acontece. Em primeiro lugar haverá uma discussão desnecessária entre o capataz e pelo menos uma metade dos trabalhadores. E só depois de uns 20 minutos desse “bate-boca”, é que eles se atiram ao trabalho; e, em regra geral, realizam-no com miraculosa rapidez.         

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Brasil: Pátria do Evangelho: o que deu errado? Deu errado?

Vendo tudo o que estamos vendo acontecer no Brasil em termos de intolerância, conservadorismo, ódio, corrupção, exploração humana, roubo entre outros males me veio à  cabeça a frase: "Brasil Pátria do Evangelho". Escute bem: Brasil Pátria do Evangelho e não "Brasil Pátria dos Evangélicos". A frase é o título de um livro autografado (canalizado) por Francisco Cândido Xavier e ditado por Humberto de Campos (em outra dimensão ou no além) publicado pela Federação Espírita Brasileira. O livro narra a história do Brasil segundo o seu projeto sagrado bolado no mundo "extrafísico" e o desvio da missão ocorrido graças à ilusão do poder em casos como a escravidão de negros, escravidão de índios, golpes que dificultaram a educação do povo, a desumanidade, a falta de solidariedade humana e outros males. Estamos todos no meio desse histórico desvio de "programação existencial coletiva". Sugiro a leitura do livro que pode ser verificado Aqui em PDF   ou em livrarias da Federação.  A primeira edição do livro é de 1938.     


EUA alerta a Rússia para a Guerra: fatos que devem evitar a guerra

O Espírito da Época

A Segunda Guerra Mundial havia acabado quatro anos antes com a explosão atômica de Hiroshima e Nagasaki. Os Estados Unidos o único país a deter a tecnologia atômica aproveitou para avisar que a bomba estava pronta e poderia ser usada. O texto abaixo foi publicado na revista Seleções do Reader's Digest de  Março de 1949, pagina 5. A intenção é somente registrar o momento, e o vigor da propaganda política da época, sem julgamento. A interpretação é sua.
   

Fatos que devem evitar a guerra – O poderio atômico dos EUA

No momento em que o mundo cristão anseia como nunca pelo advento da paz, parece ter chegado a oportunidade de revelar o que é o potencial atômico dos Estados Unidos e quais as intenções do país. 


É preciso evitar a guerra. Em nome do bom senso e da humanidade, os norte-americanos devem prevenir os dirigentes da Rússia:


Que os Estados Unidos possuem hoje armas atômicas aperfeiçoadas, suficientes para paralisar a nação russa; 

Que podem atingir seus alvos com grande quantidade dessas armas;


Que uma porção enorme dos habitantes das principais cidades da Rússia – quer dizer, milhões de pessoas – podem perecer ou ficar mutiladas logo após os ataques;


Que os objetivos já foram determinados,  os aviões já estão prontos de dia e de noite, e as tripulações a postos;


E que esta represália aterradora se tornará inevitável, se a Rússia atacar os Estados Unidos, ou qualquer outra nação livre.     



terça-feira, 4 de outubro de 2016

Cerimônia do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade será realizada em Salvador (BA)

Uma grande virada em direção ao futuro. Assim pode ser considerada essa nova etapa do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, promovido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), para reconhecimento às iniciativas de preservação, valorização e salvaguarda do Patrimônio Cultural Brasileiro. Como parte das comemorações dos 80 anos do Instituto, em janeiro de 2017, a cerimônia de premiação deixará Brasília e, este ano, será realizada no Teatro Castro Alves, em Salvador (BA).

A nova proposta é promover a itinerância da premiação. A presidente do Iphan, Kátia Bogéa explica que isso faz com que todos os estados da Federação se sintam contemplados e possam, realmente, participar da homenagem a esses agentes, quase desconhecidos, mas que dedicam praticamente toda a sua vida à valorização do Patrimônio Cultural Brasileiro. “Além disso, marca essa nova fase de atuação do Iphan, de consolidação do conceito de Patrimônio Cultural, visando a integração entre a memória, a modernidade, a sustentabilidade e o empreendedorismo, sempre por meio de parcerias firmes com a sociedade civil, com empresários e com os governos estaduais e municipais”, completa.

Este ano, a premiação faz uma alusão ao Samba de Roda do Recôncavo Baiano, Patrimônio Cultural do Brasil e da Humanidade. Com esse tema, no dia 20 de outubro, a partir das 19h, os vencedores da 29ª Edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade estarão reunidos na cerimônia de premiação onde serão homenageados por baianas e capoeiristas, representantes dos detentores dos bens culturais registrados na Bahia: o Ofício das Baianas de Acarajé; a Roda de Capoeira e Ofício dos Mestres de Capoeira; além, é claro, do Samba de Roda do Recôncavo Baiano. A festa termina com show da cantora nordestina, Roberta Sá. A entrada é gratuita.

Criada no ano de 1987, em homenagem ao primeiro presidente do Iphan, a premiação tem como objetivo reconhecer iniciativas desenvolvidas por pessoas e instituições públicas ou privadas, que mantêm vivo o patrimônio e suas mais diversas formas de expressão. Este ano, os oito premiados vêm de sete estados: Maranhão, Minas Gerais, Sergipe, São Paulo, Bahia, Pará e Rio Grande do Sul.
As ações foram selecionadas em julho, pela Comissão Nacional de Avaliação, entre as 220 inscritas em todo o país. Durante a cerimônia de premiação, o público poderá conhecer os projetos vencedores que fortalecem relações de identidade e preservação da memória social do Brasil. São eles:

Categoria I - iniciativas de excelência em técnicas de preservação e salvaguarda do Patrimônio:
Bumba  meu  boi  de  Zabumba
Ação: XXII Festival de Bumba Meu Boi de Zabumba do Maranhão
O Festival visa à preservação da tradição das brincadeiras do Bumba-Meu-Boi de Zabumba e Tambor de Crioula, mantendo e resgatando suas características, saberes e técnicas originais como comédia, personagens, toque, indumentárias, instrumentos, cantos, danças.
Proponente: Clube Cultural de Bumba Meu Boi de Zabumba e Tambor de Criola do Maranhão
Estado: Maranhão

Som dos Sinos
Ação: Som dos Sinos
Iniciativa pioneira no Brasil, contribui para a salvaguarda e promoção do Toque dos Sinos e do Ofício de Sineiro com novas mídias e tecnologias. Visa à sensibilização e o envolvimento das comunidades locais e do público nacional e internacional na apreciação e apropriação destas expressões como patrimônio cultural imaterial.
Proponente: Marina Thomé
Estado: Minas Gerais

Barco de fogo
Ação: Mestres do Fogo
O objetivo desta ação é desenvolver uma pesquisa para a publicação de catálogo e montar uma exposição sobre o ofício de barqueiros e fogueteiros que mantêm a tradição do barco de fogo na cidade de Estância, visando contribuir para sua preservação e para seu reconhecimento como bem cultural.
Proponente: Sayonara Viana Silva
Estado: Sergipe
Centro  de memória do Circo
Ação: Memória do Circo
O projeto colabora com o desenvolvimento do circo no Brasil, colocando-o em lugar de destaque da cultura brasileira, realizando ações voltadas para a salvaguarda e difusão de seu patrimônio cultural.
Proponente: Verônica Tamaoki
Estado: São Paulo

Categoria II - iniciativas de excelência em promoção e gestão compartilhada do Patrimônio:
Identidade do Povo do Mar
Ação: Identidade e Memória do Povo do Mar
A ação busca ampliar o processo de valorização, resgate e salvaguarda das manifestações culturais da Ilha de Matarandiba e dar continuidade ao trabalho de fortalecimento das tradições culturais da comunidade.
Proponente: Associação Sócio Cultural de Matarandiba.
Estado: Bahia

Ação: ROTEIROS GEO-TURÍSTICOS – Conhecendo o Centro Histórico de Belém
Este é um projeto de extensão desenvolvido na Faculdade de Geografia e Cartografia da Universidade Federal do Pará (UFPA) que visa valorizar a memória sócio espacial e patrimonial de Belém.
Proponente: Maria Goretti da Costa Tavares
Estado: Pará 

Pescando Memórias
Ação: Pescando Memórias
Promover a preservação das comunidades tradicionais ribeirinhas, por meio solidário e criativo, priorizando os jovens, é a proposta deste projeto desenvolvido na cidade de São Brás, uma  comunidade formada, predominantemente, por pescadores.
Proponente: Isabela Bispo dos Santos Santana
Estado: Sergipe
Dia do Patrimônio
Ação: Dia do Patrimônio
Celebrar o patrimônio do povo pelotense é o intuito desta ação que, desde sua primeira edição em 2013, visa promover o patrimônio cultural e enfatizar seu conceito como política pública de cultura.
Proponente: Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Pelotas
Estado: Rio Grande do Sul

O Samba de Roda do Recôncavo Baiano
Samba  de  Roda  do  Recôncavo Baiano
Inscrito no Livro de Registro das Formas de Expressão em 2004, como Patrimônio Cultural do Brasil, e reconhecido pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade, em 2005, esta é uma forma de expressão musical, coreográfica e festiva de matriz africana, mesclada aos traços culturais trazidos pelos portugueses, principalmente, pelo uso da viola e do pandeiro, e da própria língua portuguesa nos elementos de suas formas poéticas. Seus primeiros registros, com esse nome e com as características que ainda hoje o identificam datam da década de 1860.

O Samba de Roda do Recôncavo Baiano está presente em todo o Estado da Bahia e é especialmente forte e mais conhecido na região do Recôncavo, a faixa de terra que se estende em torno da Baía de Todos os Santos. Pode ser realizado em associação com o calendário festivo – caso das festas da Boa Morte, em Cachoeira, em agosto; de São Cosme e Damião, em setembro; e de sambas ao final de rituais para caboclos em terreiros de candomblé. Contudo, o prazer de sambar pode se dar a qualquer momento. 

Rodrigo Melo Franco de Andrade


Rodrigo Melo Franco de Andrade
O advogado, jornalista e escritor Rodrigo Melo Franco de Andrade nasceu em 17 de agosto de 1898, em Belo Horizonte. Foi redator-chefe e diretor da Revista do Brasil e, na política, foi chefe de gabinete do ministro da Justiça, Francisco Campos, atuando na equipe que integrou o Ministério da Educação e Saúde do governo Getulio Vargas. O grupo era formado por intelectuais e artistas herdeiros dos ideais da Semana de 1922. Rodrigo Melo Franco de Andrade comandou o Iphan desde sua fundação, em 1937, até 1967.




Serviço:
Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade
Cerimônia de Premiação
Data: 20 de outubro de 2016, às 19h
Local: Teatro Castro Alves 
Endereço: Praça Dr. Mario Macedo Costa, s/n 
Campo Grande, Salvador (BA)

Fonte deste material
Assessoria de Comunicação Iphan
comunicacao@iphan.gov.br
Fernanda Pereira / Adélia Soares


segunda-feira, 2 de maio de 2016

Natural Universal Creation Templates



The Law of One -There is only freewill. Do unto others as you would have them do unto you.


The Law of Attraction (a.k.a. The Law of Reflection) -The universe provides that which we express (intend). Be careful what you wish for - you may just get it!


The Law of Templates -God is basically a lazy programmer. He didn't create the apple. He created the template for the apple, and let the universe do its thing through the Law of Variation. The result is one shiny red apple! (and a bunch of other stuff...)


The Law of Variation -The outcome of templates are varied. What we experience will be similar yet different from one person to another. The "template" is the underlying process of all things. For example, the "wave" is a template for light, sound, and water. The "tree" is not only the structure of a tree, but also of rivers and human organization.


The Law of Duality -For every action, there is an equal and opposite reaction. For every light, there is dark. Both opposing forces make up a whole, and each piece contains a small amount of that which it opposes. Often expressed as the Yin/Yang symbol.  Often experienced as politics, sports, and marriage...


The Law of Confusion -You have the right to remain oblivious to the world around you. Nobody ever has a complete picture of all-that-is. Mostly because we don't have a big enough telescope.

The Law of the Pack -Mob mentality. A direct result of duality (i.e. us versus them). The sooner we put down the pitchforks and flaming torches, the better.

The Law of Conservation of Energy -Energy cannot be destroyed. We are all energy.


Templates